(065) 3028-3515      contato@betacellcenter.com.br    |   

O que é neuroendocrinologia?

Há problemas neurológicos que trazem problemas endocrinológicos. A neuroendocrinologia é a ciência que estuda essa questão. Entre os exemplos mais comuns de enfermidades que atingem o cérebro e o sistema endócrino estão: as doenças da hipófise, glândula que se localiza na base do cérebro e produz hormônios controladores para outras glândulas do corpo, como as da tireóide, dos ovários e testículos, das supra-renais e do crescimento; e as doenças do hipotálamo, região cerebral que controla a hipófise. 

Para se ter uma ideia, a depressão, por exemplo, é um desequilíbrio neurológico que pode trazer consequências diretas para o metabolismo. Quando o cérebro detecta uma situação estressante ou angustiante, o hipotálamo e a hipófise ficam em alerta e enviam sinalizadores químicos e impulsos nervosos que preparam o corpo para momentos difíceis. As glândulas supra-renais reagem ao alerta liberando adrenalina, fazendo o coração bater mais rápido e os pulmões trabalharem mais para oxigenar a estrutura corporal. Depois das crises, os níveis hormonais caem, mas se o quadro persistir, essas substâncias podem danificar as artérias - é uma reação em cadeia, que afeta todo o organismo.

Doença de Cushing, Hiperprolactinemias, Tumores Hipofisários, Hipogonadismo, Neoplasia Múltipla, Síndrome de Kallmann, Atrasos no Crescimento ou Precocidades Puberais são algumas das disfunções tratadas por neuroendocrinologistas. O diagnóstico dessas enfermidades é realizado por meio de testes hormonais. 

Em caso de tumores, o tratamento pode ser uma combinação entre medicação e cirurgia ou apenas cirurgia, que deve ser realizada por um neurocirurgião especializado. O método pode ser menos invasivo que as intervenções tradicionais, já que o acesso à região da hipófise é indicado quase sempre pelo nariz, sem precisar perfurar a cabeça.  

Fonte: Medical Site

01 de Agosto de 2019

Agende sua consulta!