(065) 3028-3515      contato@betacellcenter.com.br    |   

Estudo aponta que luz ou tv ligadas antes de dormir aumentam os riscos de obesidade

É normal se distrair antes de cair no sono, especialmente se você tem uma Tv no quarto. O problema é que frequentemente se adormece antes de desligar a Televisão ou a luz. Um novo estudo realizado por pesquisadores americanos e publicado no mês de junho na revista JAMA Internal Medicine revela que pessoas expostas à fontes luminosas durante a noite apresentam risco de 22% para sobrepeso e 33% para obesidade. E este risco é maior para as mulheres. 

A explicação mais cogitada é que a luz interfere no relógio biológico e, por tabela, no metabolismo. Ou seja, acontece o que os especialistas chamam de “efeito melatonina”, o hormônio produzido à noite para induzir o sono. A incidência de claridade inibiria a produção do hormônio, afetando o sistema metabólico. Consequentemente, quanto menos melatonina, maior a chance de desenvolver resistência à insulina - que pode levar  à diabetes ou ao ganho de peso.

O fato é que seres humanos são geneticamente adaptados para um ambiente natural de luz solar durante o dia e escuridão à noite. A exposição à luz artificial noturna pode alterar os hormônios e outros processos biológicos.

Então embora a causa metabólica do problema ainda seja apenas uma hipótese, a conclusão não é exatamente uma novidade. Já se sabe que a luminosidade noturna afeta nosso organismo e, mais precisamente, o índice de massa corporal (IMC) ao longo do tempo. Vale enfatizar que IMC acima de 25 é considerado sobrepeso e igual 30 ou mais é considerado obesidade. Para calcular esse índice, basta dividir o peso pela altura. Um IMC normal fica entre 18,5 e 24,9. 

A boa notícia é que se trata apenas de mudar o hábito: é preciso desligar todas as fontes luminosas antes de dormir. Os especialistas orientam que respeitemos nosso sono, o que significa manter ambiente desprovido de qualquer iluminação, propício para o descanso da mente e do corpo. Além disso, claro, alimentar-se melhor enquanto pratica exercícios físicos regularmente. A qualidade do sono, por si só, não determina a obesidade - esta é uma soma de fatores. Mas todas as formas de ganho de peso devem ser evitadas.

Fonte: Medical Site

25 de Julho de 2019

Agende sua consulta!